Lee Morgan emergiu na cena do jazz em meados de 50 com um som remanescente de Clifford Brow, tocando junto também  ao lado do grande Dizzy Gillespie, mas ganhou maior visibilidade mesmo foi quando se juntou ao Jazz Messengers , grupo liderado pelo baterista Art Blakley. Oriundo da Philadelphia Morgan, apesar de sua passagem  ter sido um tanto fugaz , conseguiu deixar sua página escrita na história não só do jazz mas da música em si. “Morgan morreu aos 33 anos, sua namorada de muito tempo, Helen More, o assassinou com um tiro, no palco do “Slug”, um nightclub de New York, no dia 19 de fevereiro de 1972. Depois de cometer essa barbaridade, More deixou o nightclub, voltou para casa e se suicidou com um tiro no coração.” Depois de um novo trabalho com Blakey de 1964-65, ele só trabalhou como líder de grupo. Apesar de fundir o Bebop aos ritmos modernos, Lee Morgan já apresenta seu estilo próprio e único de tocar.

Lee Morgan – The Sidewinder – Download.

Anúncios