Archive for setembro \29\UTC 2009

Recado do Mestre Ian Mackaye

ian

O Texto e Video que será mostrado a seguir nesse site é recomendado pra jovens de 12 á 15, 16 17 anos? e por ae vai. Talvez a 23 anos atrás você jovem apreciador de bandas como nxzero, cine, fresno etc… nem teria nascido, e nem se quer buscou saber nada de nada de nada. Mais naquela época uma das mentes mais brilhantes, um visionário ja discursava algo que seria tema de muita discução e estupidez .Embora você pense que o texto possa soar um tanto retrógado, acredito que seja contemporâneo demais.
Espero que o texto possa te acrescentar algo de útil daqui pra frente.

Ian Mackeye em um show do Embrace (uma das bandas mais fodas que já ouvi)

“Eu tenho que dizer uma coisa. Eu tenho que dizer que emocore deve ser uma das coisas mais estúpidas que eu já ouvi na minha vida toda. Mas, caso vocês estejam pensando nisso,eu li em uma Thrasher outro dia, que na verdade, o que a minha banda (Embrace) junto com outras bandas (Rites Of Spring, Beefeater, etc) nessa cidade (Washington DC) estão tocando, é emocore. Eu estou pensando em Emo Phillips, o comediante, emocore? Emotional Hardcore? Como se o hardcore em si já não fosse emocional pra começo de conversa. De qualquer forma, é caca. Eu odeio dizer isso, mas é melhor ficar quieto pra essa puta estupidez de merda.”

Anúncios

Comédia 2 – Thor “O Cara”

Meu, abaixo um dos caras mais engraçados que esse Brasil já viu, mas pra ganhar dele um dos heróis mais rootz que conheço, deixa o dylon no chinelo. Ele é meu herói.

Felipe COMÉDIA dylon

felipe-marley

ele tá igualzinho o bob marley, só falta parecer…cara que comédia esse mulek, e além de tudo fico feio pra caraleo, nem pra fazer um dread de verdade, se ele quis ser o cúmulo do ridulo, conseguiu, agora só falta tocar um clássico do reggae raiz do armandinho.

Momento sampler 2

274535766_l
(na foto Wu tang clan e El Michels Affair)

Só pra consolidar uma conversa que tive com um amigo artista plástico, graffitero e beatmaker nas horas vagas, Gustavo (gordão) que logo terá um bate papo e uma mostra de alguns trampos do cara. Semana passada estavamos conversando e começamos a trocar informações sobre muita coisa e falar sobre a disseminação de informação na net etc…Bom e uma delas foi sobre conhecer mais as coisas saber de onde vieram, e pra ilustrar essa conversa vou deixar aqui algumas músicas, o primeiro é a música ” C.R.E.A.M” de um dos maiores grupos de rap o Wu tang Clan, a produça é do Rza e está no album Enter the Wu-Tang (36 Chambers)
Os caras do El Michels Affair, fizeram uma apresentação com o o rapper Raekwon do Wu-Tang Clan pra apenas um show promocional, mais a parceria foi bem feita que os caras passaram a realizar vários shows e ainda de quebra lançaram um álbum completo com reeleituras dos clássicos do Wu tang clan, uma delas é da própria ” C.R.E.A.M” que rendeu algumas apresentações dos dois grupos juntos, com o instrumental do El michels affair sobre os vocais dos mcs.
Mas ae para os “não” fans e também para os fans de rap, aqueles que só ouvem rap e dizem que não curtem outros estilos, saibam que está tudo interligado, como já havia dito em outro post sobre samplers, desde aquela época os manos de lá e os manos de cá ja ouvim som classe A.
O sampler original da música c.r.e.a.m é do grupo The Charmels e a musica se chama “As Long As I’ve Got You ”
coisa finissima. vocais femininos, bem aquela coisa soul r&b clássico.

Para os amantes da boa musica fica aqui todos os sons pra voce ouvir e comparar. Confira

The Charmels- as long as ive got you by Diego Max

Wu Tang Clan – C.R.E.A.M by Diego Max

El michels affair -c.r.e.a.m. by Diego Max

Wu Tang Clan – C.R.E.A.M

por Diego Max

Esbulho HxCx – (2009)

esbulho 1

Não, eles não chegam nos shows de Blazer e moicano, nem um “A” tatuado e nike no pé pra tocar no hangar 110, nem quebram instrumentos no palco, até porque quando começaram nem isso tinham. Respectivamente nova, em 2008 alguns jovens da cidade de Assis -sp (interior) entediados, iniciaram alguns encontros despretenciosos pra fazer algumas músicas , no começo a idéia era fazer uma mistura de música regional caipira com punk rock , mas depois de duas composições no qual, uma não tinha nada a ver com a idéia principal e a outra, a letra havia se perdido e também já não estava agradando a todos, vindo de alguns projetos como eles mesmo já disseram sem menor expressão, alguns problemas acadêmicos e familiares , alguns desses amigos não puderão mais continuar com a idéia de ter uma banda, mais como não falta nessa city garotos entediados com vontade de fazer rock. Enfim alguns desses novos garotos se agregam aos que ficaram e começam novamente o processo de composições na base de violões, batucadas nas pernas , e até depois com microfone de karaoke, batera de 100 reais das antigas mesmo sem pratos e com uma guita e um cubo comprado pelo vocalista iniciaram os ensaios com instrumentos, mais o baixista que só apareceu no que seria o ultimo ensaio pra emprestar o cubo a guita e ainda de quebra levar o mp3 do baterista
e ainda depois sumir e dar o balão nos caras. (recado pra ele -” Não da nada , agente se tromba nas ruas Mano). Depois dessa eles entraram em um hiato de mais ou menos um ano.
No inicio de 2009 surgiu a oportunidade desses amigos se reunirem novamente e pra colocar tudo que estava em mente na prática. Agora sim com alguns shows programados pela região, poucos dias de ensaio e um mês inteiro pra desvairir tudo o que os encomodava.
Esbulho vulgo Esbulho HxCx , pra quem tem curiosidade de saber o que significa tem um dica do vocalista (e quem quiser saber o que significa que pegue um dicionário) mas como sou um pouco bonzinho vou deixar uma dica , é algo relacionado a ” squat ” sabe? aquelas casas, construções lugares abandonados que operários, campesinos , punks etc ocupam, enfim procurem saber mais sobre o termo e a banda Esbulho que conta com os membros Pira (vocal) Matheus (guitarra) Boca (baixo) Davi Lima (bateria).
Com essa retomada, a banda aproveitou para retirar as músicas das gavetas, ensaiarem e aproveitaram pra registrar e lançar uma “demo/ensaio” gravada no (Garagens Estúdio) em dias diferentes. As músicas passam pelo punk/hardcore e vão até um bom ska tem lá suas pitadas de grind/crust em algumas ocasiões , algumas bem energéticas com direto a alguns sing along ” oh oh ooo” com letras de protesto e reflexões do cotidianos eles disponibilizam em um fanzine todas elas e alguns textos, e também no encarte do cd produzido de forma independente e distribuido por eles nos shows.
Mais punk que a fazenda de Penny Rimbaud e mais underground que mandioca, como li em um sticker vos convido a conhecerem Esbulho hxcx. Confira.


links relacionados

www.myspace.com/esbulhohxcx

comunidade Esbulho no orkut

Esbulho HxCx demo/ensaio (2009) -Dowload

esbulho

por Diego Max

Groundation – “He i am ” (2009)

DSCF2081

Em tempos de internet chegar ao sexto album com toda essa qualidade, sofisticação e sinceramente sendo mais influência que o bob marley não é pra qualquer um.
O Groundation faz escola, e ja fazia desde 1999 quando Harrison Stafford conhecido como ” Professor ” o vocal / guitarrarista e membro fundador da banda, lecionava o primeiro curso de “História da Música Reggae” em Sonoma State University na california
o cara sabe tudo e mais um pouco sobre o assunto, foi lá onde conheceu alguns dos integrantes, um deles Marcus Urani (Tecladista/Melódica) formado em música na mesma universidade, instruido e apadrinhado pelo pianista de jazz Jeff Pittson, talvez tenha saido dai um pouco da influência dos caras para a fusão do jazz/reggae rootz e o dub
“He i am” é o novo trabalho dos caras, lançado esse ano (2009) um disco vital, essencial demais para os admiradores e colecionadores do bom reggae rootz, produzido por uma das bandas de reggae mais fodas da atualidade
como em alguns dos discos anteriores da banda sempre contaram com várias participações mais que especiais
como o (Nyabinghi percussionist) Ras Michael , Marcia Higg e a voz do consagrado Dom Carlos , nesse não poderia ser diferente eles trazem os vocais de Kim Pommell e Stephanie Wallace.
Pra quem já conhece o som dos caras e ja adimirava vários dos hits consagrados como “Freedom Taking Over”, “We Free Again” e “Picture on the Wall” entre outros , vai se surpreender logo de cara com a primeira “Run the plan ” instrumental jazzistico clássico do Groundation , e aquela preocupação dos fans mais radicais acredito que irá cair com a medida que voce irá ouvindo, vou deixar pra você baixar conferir com calma o cd.
se você não conhece e virá a conhecer nesse cd, tenho certeza que irá gostar, e vai se impressionar quando buscar os anteriores e ver como uma banda mantém durante esse tempo, todas essas virtudes e versatilidades.
se você já é aquele fan, pá que conhece acompanha e adimira a banda a uma cara, vai comentar como meu amigo Mateuzinho rastaman disse: “se esse ja é bom, imagine os próximos ..os caras são foda…”
Bom, sente-se na poltrona ouça Groundation ” He i am “completo e viaje de primeira classe!

links relacionados

http://www.groundation.com
http://www.myspace.com/groundation


Groundation He i Am – Download

capa

Groundation – Live at Jazz Cafe – Here I am

por Diego Max

Slim Rimografia – Novo Video Clipe – SOL

l_23c0a8ff19e0444e877737d58373bc8f

Video Clipes com Carrões importados e limousines? mulheres gostosonas e toda aquela ostentação a fama luxo e dinheiro?
own, acorda sangue bom.. aqui é o Brasil não é New York não, apesar de uma boa parcela dos rappers brasileiros tentarem ser iguais, ainda restam alguns que trazem muito das raizes tanto nas musicas quanto
nos clipes e um deles é o rapper paulista Slim Rimografia.
Improvisação, criatividade como no freetyle, o aluguel de uma camera HDV e apenas um dia para as tomadas e gravações, com toda essa correria e seguindo aquele velho ensinamento do mestre Glauber “Uma idéia na cabeça e uma camera na mão, eles partem, Slim e sua trupe ao lado de Daniel 3D (bboy / diretor /produtor) nada melhor pra entender e repassar no video a essência da musica ” sol ” , o sol no qual demorou a aparecer
mas era a hora dele nascer e trazer renovação, como Slim trouxe e está trazendo novo folego ao rap nacional
E o cenário disso tudo? nada mais que o local onde surge os beats, o estudio do cara aka Mokado Records
e um pouco mais acima, umas tomadas na laje da própria casa, ao fundo aquele ambiente de vila mesmo, campão de terra, geral jogando bola, pessoas vivendo de verdade…a periferia mostrada de uma forma mais harmoniosa assim como é na sonoridade da música Sol.
Acredito que a idéia original da música se consolidou , em sua terceira produção o videoclipe “Sol”
espero que gostem , confira.

Links Relacionados

www.myspace.com/slimrimografia

Slim no Twitter
www.twitter.com/slimrimografia
Blog do Slim
mokadorecords.blogspot.com.br

SOL – Slim Rimografia

Por Diego Max